quarta-feira, 30 de abril de 2008

terça-feira, 29 de abril de 2008

PSYCHEDELIC ROCK

OZRIC TENTACLES - "Spice Doubt - Streaming a Gig in the Ether" (1998)

O grupo instrumental inglês Ozric Tentacles já tem mais de 20 anos de estrada e é considerado um dos nomes mais importantes do rock progressivo atual. Os Ozrics mesclam o progressivo com altas doses de psicodelia, recheadas de guitarras espacias e órgãos cabeçudos...
Uma das grandes qualidades do Ozric Tentacles é fazer com que as músicas, apesar de serem longas e instrumentais, não soem repetitivas e maçantes. Em determinados momentos, aliás, elas são emendadas de forma tão sutil que nem percebemos a transição entre elas.
Os membros do Ozric lançam todos os seus álbuns por selos pequenos ou de forma independente. A grande divulgação do grupo veio através de seus ilustres admiradores, entre eles os membros do Dream Theater e do Rush, que nunca pouparam elogios à banda em suas entrevistas.

1. Cat DNA
2. Eternal Wheel
3. Sploosh!
4. Ahu Belahu
5. Papyrus
6. Oolite Grove & Citadel Jam
7. Oddentity
8. Dissolution
9. Myriapod
10. Spice Doubt
DOWNLOAD


ACID MOTHERS TEMPLE & THE MELTING PARAISO U.F.O. - "St. Captain Freak Out And The Magic Bamboo Request "

Acid Mothers Temple & the Melting Paraiso U.F.O. é uma das variações mais famosas e prolíficas do combo/família/clã japonês Acid Mothers Temple, capitaneado por Makoto Kawabata, guitarrista e multiinstrumentista.
O conjunto já assumiu dimensões mitológicas por sua extensa discografia lançada — às vezes mais de cinco álbuns por ano – e pelas confessas influências setentistas (já no nome: "Mothers" pelo conjunto Mothers of Invention de Frank Zappa, "Temple" de Ash Ra Tempel) e pelas jams de psicodelia e barulho bastante características.
Este álbum vai do rock psicodélico mais anacrônico à música minimal, com longas e improvisadas jams,pausas, duelos guitarrísticos e sintetizadores cósmicos.
Uma viagem musical, sem dúvidas...

1. I Am St. Captain Freakout
2. Planet Pussy Virgo
3. Cosmic Magic of Love, (Pt 1)
4. Dead Man Is Smoking
5. Pork Bomb in Aztec (Part 0)
6. Hi Twiggy Cheesecake
7. A Bamboo Is as Close as Miss Marsh to Marshmallow
8. Sir Satanic Magic Bamboo Jerks Off
9. Magic Head Cheese
10. Man on the Holy Mountain
11. Sweet Lucille, or Lick My Milk off

Dividido em 2 partes, pra não pesar na sua:

DOWNLOAD1


DOWNLOAD2

segunda-feira, 28 de abril de 2008

TRIP HOP

PEEPING TOM (2006)

Mais um projeto do incansável e prolífico Mike Patton, definido pelo próprio como "músicas que eu gostaria de ouvir tocando no rádio". É o trabalho com o lado mais pop de Mike.
Demorou 3 anos para ficar pronto, devido aos diversos projetos de Patton e também pela dificuldade de juntar tantos nomes de peso como Kool Keith, Massive Attack, Norah Jones, Amon Tobin, Bebel Gilberto, DubTrio, Dan "the Automator" Nakamura (um dos homens por trás do Gorillaz), e Rahzel (dos The Roots), .
Destaque do álbum vai para a ótima "Caipirinha" com Bebel Gilberto e "Mojo" (confira o vídeo da música aqui no post).

1. Five Seconds (feat. Odd Nosdam)
2. Mojo (feat. Rahzel & Dan the Automator)
3. Don't Even Trip (feat. Amon Tobin)
4. Getaway (feat. Kool Keith)
5. Your Neighborhood Spaceman (feat. Jel & Odd Nosdam)
6. Kill The DJ (feat. Massive Attack)
7. Caipirinha (feat. Bebel Gilberto)
8. Celebrity Death Match (feat. Kid Koala)
9. How U Feelin? (feat. Doseone)
10. Sucker (feat. Norah Jones)
11. We're Not Alone - Remix (feat. Dub Trio)
DOWNLOAD





"Mojo" é uma parceria de Patton com Dan the Automator e conta com a participação de Kid Koala e Rahzel (este último também participa do clipe). Patton aparece tirando onda de rapper e o clipe ironiza os mais diversos programas: de cozinha, religiosos, de crime, séries adolescentes, políticos e etc. Com participação especial de Danny De Vito (fã declarado de Patton) e da modelo Rachel Hunter.
Enjoy !

sábado, 26 de abril de 2008

REGGAE/RAGGA/DUB

TROJAN RECORDS -"Skinhead Reggae" (2002)

A Trojan Records é uma das gravadoras mais importantes da história da música jamaicana. Fundada na Inglaterra em 1968, ela é especializada em ska, rocksteady,reggae, early reggae,skinhead reggae e dub, tendo no seu "cast" artistas na época iniciantes que posteriormente ficaram muito famosos, como Justin Hinds, Sugar Minott, Horace Andy, Lee Perry's Upsetters, Bob & Marcia, The Cimarons, Desmond Dekker, Bruce Ruffin, Nicky Thomas and Dave and Ansell Collins entre outros.
A gravadora decidiu remasterizar títulos em vinil que estão fora de catálogo há muito tempo, devido à grande procura de colecionadores do mundo todo, relançando essas pérolas em seus famosos Box Sets.
Em tempo: skinhead reggae nada tem haver com cultura racista. Para saber mais, clique aqui

disco 1

1. The Charmers - Skinhead Train
2. The Creations - Mix Up Girl
3. Sir Harry - Hee Cup
4. King Cannon (Karl Bryan) - Overproof (Aka Little Darlin')
5. Derrick Morgan - Copy Cat
6. Andy Capp - The Law
7. The Soul Rhythms - Soul Call
8. The Harmonians - Music Street
9. The Fabion - V Rocket
10. Tony Scott - What Am I To Do
11. The Versatiles - Spread Your Bed
12. The Dynamites - John Public (Tom Hark)
13. Cool Sticky - Casa Boo Boo
14. The Tennors - Smile (My Baby)
15. Roland Alphonso - Zapatoo The Tiger
16. The Viceroys - Work It
17. The Wanderers - Wiggle Waggle
DOWNLOAD

disco 2

1. The Creations - Qua Kue Shut
2. Vincent Foster - Shine Eye Gal
3. Harry & Radcliffe - History
4. Sir Lord Comic - Wha'pen
5. Tommy McCook & Stranger Cole - Last Flight To Reggae City
6. Vin Gordon & The Dynamics - The Burner
7. The Dynamites - Tribute To Drumbago (Aka Last Call)
8. Ansel Collins - Bigger Boss
9. The Beckford's Group - The Horse
10. The Upsetters - A Taste Of Killings
11. Boris Gardiner & The Love People - Don Juan
12. Lloyd Charmers - Dollars And Bonds
13. The G.G. All Stars - 2,000 Tons Of T.N.T.
14. Rupie Martin's All Stars - Death In The Arena
15. Willie Francis - Motherless Children
16. Sweet Confusion - Elizabethan Serenade
17. The Royals - Pick Out Me Eye
DOWNLOAD

disco 3

1. Claudette & Corporation - Skinheads A Bash Them
2. Dandy - Trouble In The Town
3. Desmond Riley - Skindhead A Message To You
4. The Pioneers - Reggae Fever
5. Des All Stars - Night Food Reggae
6. Rico & The Rudies - Brixton Cat
7. Hot Rod All Stars - Skinhead Speaks His Mind
8. Tony Tribe - Red Red Wine
9. King Horror - Loch Ness Monster
10. Hot Rod All Stars - Skinheads Don't Fear
11. Prophets - Concord
12. Winston Groovy - Funky Chicken
13. Symarip - Skinhead Moonstomp
14. Dice The Boss - Funky Duck
15. Joe The Boss - Skinhead Revolt
16. Claudette - Queen Of The World
DOWNLOAD



EASY STARS ALLSTARS - "Dub Side Of The Moon" (2003)

Em 2003, um dos álbuns mais importantes da história do rock, "The Dark Side of the Moon", do Pink Floyd, completou 30 anos ganhando muitas homenagens. Uma delas foi feita pelo quarteto de New York Easy Stars Allstars, contando com participações de peso como as de Gary "Nesta" Pine (The Waillers), em "Money"; Frankie Paul, em "Us and Them"; Dr. Israel, em "Brain Damage" e The Meditations, em Eclipse.
O disco é muito bem produzido e surpreendemente bacana, gostoso e divertido de ouvir. Os caras têm bom gosto e muitas saídas criativas.

1. Speak To Me / Breathe (In The Air) (featuring Sluggy Ranks)
2. On The Run
3. Time (featuring Corey Harris & Ranking Joe)
4. The Great Gig In The Sky (featuring Kirsty Rock)
5. Money (featuring Gary "Nesta" Pine & Dollarman)
6. Us And Them (featuring Frankie Paul)
7. Any Colour You Like
8. Brain Damage (featuring Dr. Israel)
9. Eclipse (featuring The Meditations)
10. Time Version
11. Great Dub In The Sky
12. Step It Pon The Rastaman Scene (featuring Ranking Joe)
13. Any Dub You Like
DOWNLOAD

sexta-feira, 25 de abril de 2008

quinta-feira, 24 de abril de 2008

RAP/HIP HOP

BEASTIE BOYS - "Paul's Boutique" (1989)

Com este álbum (o segundo do grupo), os Beastie Boys já deixavam claro que sua proposta não era só farra...Era música refinada também, revelando um lado mais experimental da banda, pois é a partir dele que começa o uso de instrumentos inusitados como a cuíca, violão e berimbau.
Com letras e musicalidade bem variada, foi produzido pelos Dust Brothers que fizeram um ótimo trabalho, inovando na complexidade dos samples e dando credibilidade definitiva aos Beastie Boys.
A revista Rolling Stone descreveu o álbum como "a versão hip hop do Dark Side of the Moon", do Pink Floyd e hoje é considerado um dos mais importantes discos de hip-hop de todos os tempos. E sem exagero nenhum.

1. To All The Girls
2. Shake Your Rump
3. Johnny Ryall
4. Egg Man
5. High Plains Drifter
6. The Sounds Of Science
7. 3-Minute Rule
8. Hey Ladies
9. 5-Piece Chicken Dinner
10. Looking Down The Barrel Of A Gun
11. Car Thief
12. What Comes Around
13. Shadrach
14. Ask For Janice
15. B-Boy Bouillabaisse
DOWNLOAD


terça-feira, 22 de abril de 2008

FUNK/GROOVES

PULP FUSION VOL 5 - " Evolution"

Lançados pelo selo SoulJazz, as coletâneas Pulp Fusion (divididas em 7 álbuns) são as cartas na manga de muitos produtores e DJ’s. Da pesada.
Você encontrá pérolas lapidadas por gente grande, que sabe exatamente onde o acorde termina e a viagem começa. São clássicos que levam a gente pra lá de Bagdad, com funk de primeiríssima linha, se encontrando e misturando-se com o jazz.
Se houver mistura melhor no Planeta, quem criou a esconde muito bem ...
Confira outros volumes nas postagens de Dezembro vol 3 e Janeiro Vol 7

1. The Runaway (The Blackbyrds)
2. Dujii (Kool & The Gang)
3. Stepping Stones (Johnny Harris)
4. Bouncy Lady (Pleasure)
5. What Can You Bring Me? (Charles Wright & The Watts 103rd Street Rhtyhm Band)
6. Getting Uptowb (United 8)
7. Malcom X (Hal Singer)
8. Boogie Woogie (Sound Experience)
9. Candido's Funk (Candido)
10. Fire Eater (Rusty Bryant)
11. Cosmic Funk (Lonnie Liston Smith & The Cosmic Echoes)
12. Star Borne (Johnny Hammond)
DOWNLOAD


FUNKADELIC - "Standing on the Verge of Getting It On" (1974)

George Clinton é uma das figuras mais influentes da black music norte-americana. Desde os anos setenta, demonstrou seu pioneirismo à frente do Parliament e do Funkadelic, misturando elementos de soul, funk,rock e muita psicodelia para criar uma sonoridade verdadeiramente única.
Nos anos 70, George Clinton, com suas bandas Parliament, e, posteriormente, Funkadelic, desenvolveu um tipo de funk mais pesado, influenciado pela psicodelia. As duas bandas tinham músicos em comum, o que as tornou conhecidas como 'Funkadelic-Parliament'. Esta fusão deu origem ao chamado 'P-Funk', que se referia tanto à banda quanto ao sub-gênero que desenvolveu.

1. Red Hot Momma
2. Alice in My Fantasies
3. I'll Stay
4. Sexy Ways
5. Standing on the Verge of Getting It On
6. Jimmy's Got a Little Bit of Bitch in Him
7. Good Thoughts, Bad Thoughts
DOWNLOAD

SAMBA ROCK

JORGE BEN - "Big Ben" (1965)

É o álbum mais Samba-Rock de fato do Jorge Ben e também um dos mais difíceis de se conseguir em vinil. O disco é cheio de canções geniais, sendo que a mais conhecida é "Agora Ninguém Chora Mais" que foi regravada em 1971 por Erasmo Carlos e em 2000 por Andrea Marquee, além de outras memoráveis: "Toda Colorida", a impagável "Jorge Well" ("...Take it easy girl, I am Here, Take it Easy Girl, I am Jorge Well..."),a sensacional "Patapatapatá" e "O Homem, Que Matou o Homem, Que Matou o Homem Mau" composição inspirada na "História De Um Homem Mau" de Roberto Carlos lançada um ano antes.
Disco bom demais e item essencial na discoteca.....

1. Na Bahia Tem
2. Patapatapatá
3. Bom Mesmo é Amar
4. Eu Vou Torcer Brincar
5. Lalari – olalá
6. Jorge Well
7. O homem, Que Matou o Homem, Que Matou o Homem Mau
8. Quase Colorida
9. Maria Conga
10. Acendo o Fogo
11. Telefone de Brotinho
12. Agora Ninguém Chora Mais
DOWNLOAD



TRIO MOCOTÓ - "Muita Zorra" (1971)

O Trio Mocotó é parte importante da história da música brasileira. O grupo surgiu em 1968, tocando em São Paulo no Bar Jogral, meca musical da época, para logo criar, com Jorge Ben, a genial batida do samba rock.
"Muita Zorra" é o primeiro álbum do Trio Mocotó e contando com a participação de vários amigos da banda na época: César Camargo no piano, Rubão Sabino no baixo e Toninho Pinheiro na batera, além de Laércio de Freitas tocando órgão Hammond. No repertório, Ivan Lins, Jorge Ben, Erasmo e Roberto e a primeira gravação de Meu País, de Tim Maia. O próprio Tim ofereceu a música para o primeiro Long Play do Trio.

1. Meu País (My Country)
2. Xamêgo de Iná
3. O Criolauta
4. O Sorriso de Narinha
5. Esperança
6. Maria Domingas
7. Nagô
8. Só Quero
9. O Canto da Ema
10. Aleluia, Aleluia(E ainda têm mais)
11. Coqueiro Verde
DOWNLOAD

BIOGRAFIA - RAMONES

HEY HO,LET'S GO !

Década de 70. Jeffrey Ross Hyman e John William Cummings, ainda garotos e colegas na escola de Forrest Hills, em New York, cresciam tomados pela indignação e frustração, diante da falta de repertório em que o rock vivia na época: músicos de técnica apurada, solos imensos, letras profundas e discos duplos. Mas os dois moleques tinham algo mais em comum: a adoração pelo rock dos Beatles, Stones, Doors, e The Who; dos ídolos rockabilly: Turtles, Ventures, Kinks e Trashmen e da surf music dos Beach Boys.

Decepcionados com o fim dos Beatles e Stones e The Who se afastando cada vez mais da fúria de seu som original, voltaram-se para o que havia de mais radical na época: The Stooges, MC5,as glitter-bands de David Bowie, New York Dolls e T-Rex.

Jeffrey, nessa época baterista, fundou o Sniper, grupo fortemente influenciado pelo New York Dolls, enquanto John era o guitarrista no Tangerine Puppets, uma banda cover. Logo os dois começaram a ensaiar e foi por intermédio de John que Douglas Colvin, também integrou-se na banda.

Jeffrey, John e Douglas resolveram assumir os nomes artísticos de Joey Ramone, Johnny Ramone e Dee Dee Ramone, respectivamente. E assim aconteceu o primeiro ensaio dos Ramones, em 1974, com Dee Dee no vocal e Joey na bateria. Houve entre eles uma afinidade muito grande e em duas horas haviam composto a primeira música da banda: "I Don't Get Involved With You". Para homenagear o produtor Phil Ramone, batizaram a banda de Ramones e todos usaram "Ramone" como sobrenome, como se fizessem parte de uma família. A história, porém, gera controvérsias, uma vez que alguns afirmam que, na verdade, eles apenas fizeram uma brincadeira com fato de Paul McCartney se registrar em hotéis sob o pseudônimo de Paul Ramone.


1974

O primeiro show dos Ramones ainda tinha Joey na bateria, e aconteceu em março, no estúdio onde ensaiavam, parecendo na verdade um ensaio aberto. O show foi um vexame pois Joey nitidamente não sabia tocar bateria. Decidem então que Joey assumiria os vocais e precisariam assim de um baterista. Conheceram ainda nesse mesmo estúdio, o empresário Tommy Erdelhyi, que passou a cuidar dos negócios do grupo.

Foram meses testando vários bateristas, até que Johnny sugeriu a Tommy que ele fosse o baterista, já que compreendia e conhecia as músicas. Tommy aceitou, mesmo sem nunca ter tocado bateria. E assim foi formada a banda: Joey Ramone no vocal, Johnny Ramone na guitarra, Dee Dee Ramone no baixo e Tommy Ramone na bateria.



1976

Com esta formação,Tommy conseguiu um contrato com a gravadora independente Sire, que lançou o primeiro álbum do grupo, auto entitulado. Gravaram , em pouco mais duas semanas. Se faltava à banda técnica, sobrava energia. O disco foi muito bem aceito e se tornou um dos mais influentes da história do rock. Afinal, se os Ramones haviam conseguido chegar a um disco sem saber tocar mais que três acordes, nada impedia que outras bandas tentassem.


O disco "Ramones" desencadeou um pouco mais tarde na Inglaterra o movimento punk que viria a ficar conhecido mundialmente com bandas como Sex Pistols, The Clash, Damned, etc. Embora os Ramones não tenham tido a princípio o mesmo reconhecimento das bandas inglesas, foram eles, sem sombra de dúvida, os pioneiros do "do-it-yourself". Finalmente um disco de mais de 12 músicas e menos de 30 minutos voltava às paradas.

As rádios, ainda não habituadas com letras tão pouco convencionais e despojadas, falando sobre punks e delinquentes, ignoraram o álbum. Já na Europa o disco foi muito bem recebido, onde logo os Ramones foram fazer o seu primeiro show.


1977

Em janeiro , o grupo já gravava seu segundo álbum: "Leave Home". Uma curiosidade: uma boa parte das músicas foi inspirada em filmes B de terror, como a música "Pinhead", que traria o clássico refrão Gabba Gabba Hey (uma distorção da saudação do filme Freaks). Coisa de Dee Dee Ramone. A fama do grupo aumentava junto com os problemas de Dee Dee com as drogas.Mesmo assim, ele estava em uma fase muito criativa.

Logo após oito meses de lançamento do Leave Home, os Ramones estavam no estúdio para gravar a obra-prima do grupo e considerada também por muitos, o álbum revolucionário do rock, o "Rocket to Russia". O disco terminou em sexto lugar na lista de discos mais vendidos e com músicas como "I Don't Care" e "We're a Happy Family", a banda foi considerada pelo jornal musical Melody Maker, em 1977, como a melhor de todos os tempos. Item indispensável em qualquer coleção.

No reveillon, gravaram o disco ao vivo It's Alive, lançado apenas na Europa e como disco duplo. Logo depois da turnê européia, Tommy resolveu deixar a banda, pois não gostava muito de excursionar. Ele queria mesmo dedicar-se exclusivamente à produção de discos e tornou-se um respeitado produtor, trabalhando até mesmo diversos outros Lp's dos Ramones. Tommy foi substituído por Marc Bell, ou Marky Ramone.



1979

Nesta ocasião, os Ramones renascem com o velho projeto do produtor Roger Corman (mestre dos filmes B) Rock 'n' Roll High School , uma comédia musical. O diretor Allan Arkush percebe que o som da banda é essencial para se fazer um filme onde a galera se rebela e coloca fogo em uma escola. Foi a realização de um sonho dos Ramones, que de quebra, participaram como atores. O show que aparece no longa metragem é a verdadeira performance usada pela banda por volta de 74.

Este filme terminou ocupando a 18º posição na lista de 50 melhores filmes de colegial, segundo a Entertainment Weekly.


1980

Aparece em cena o famoso produtor Phil Spector (ex-produtor dos Beatles), que mudou um pouco a direção musical da banda. "End of the Century" é um disco muito perfeccionista e rico em detalhes. Gravado em Los Angeles, o trabalho foi meio tumultuado: Phil Spector chegou a puxar uma arma para Dee Dee durante as gravações, mas no fim tudo acabou bem.

Johnny também não estava contente, pois sentia que o estilo punk, característico do grupo, havia sumido, dando mais espaço ao pop. Durante as gravações, Joey recebeu um convite para gravar um álbum solo que seria produzido por Phil, mas felizmente isso não aconteceu. "Do You Remember Rock'n'Roll Radio?" chegou ao Top 10 britânico e o disco foi considerado um dos melhores do ano pela revista Time Magazine.



1981

Em julho, foi lançado "Pleasant Dreams" produzido por Graham Gouldman, depois das brigas de Dee dee com Phil. O resultado foi uma sonoridade um pouco pop, misturada com rock sessentista, mas ainda bem influenciada pelo toque de Phil.
Este álbum tem um single polêmico, "We Want the Airwaves", que era uma crítica direta às radios,e logo não tocou nas estações comerciais. Joey escreveu 7 das 12 músicas do álbum, inclusive a famosa "The KKK Took My Baby Away" (as outras faixas são de Dee Dee).
Sem dúvidas, o maior público num show dos Ramones foi nesse ano, no US Festival,Califórnia, com cerca de 500 mil pessoas assistindo aos Ramones já não tão garotos.


1983

Já o álbum "Subterranean Jungle", apesar conter mais um clássico, a contagiante "Psycho Therapy", é considerado um dos trabalhos mais confusos e fracos da banda. Os Ramones queriam trabalhar com o produtor Kenny Laguna, mas não conseguiram.
"Subterranean Jungle" tem 3 covers e algumas canções pouco inspiradas, sendo que nenhuma emplacou nas rádios. Nesse disco Marky Ramone se despedia dos Ramones, por causa de seu alcoolismo. Dois dias depois do lançamento do "Subterranean Jungle", os Ramones anunciavam a chegada do novo baterista, Richie.


1984

Em "Too Tough To Die" chamou de volta os produtores Tommy (ex-bateria dos Ramones e colaborando na composição de algumas músicas) e Ed Stasium. Johnny, que no disco passado só tinha se dado ao trabalho de tocar, também acabou pegando no papel e caneta.


1986

Os Ramones voltam com força total à fúria e vertente punk dos seus primeiros trabalhos. Com "Animal Boy" e o novo produtor, Jean Beauvoir (ex-baixista dos Plasmatics) a banda acendeu mais uma polêmica: protestou sobre uma visita do então presidente Ronald Reagan a uma cerimônia que homenageava ex-combatentes nazistas.

A postura politizada levou Joey a ser convidado para participar de outros movimentos como o dos Artistas contra o Apartheid . A própria banda faria chacota desses movimentos gravando a música "Something to Believe In" e um clip para o "Ramones Aid", com a participação de vários artistas. Nesse disco, Richie Ramone provou seu valor com a boa "Somebody Put Something in My Drink".



1987

O que realmente preocupava a todos nessa época, era o vício de Dee Dee com as drogas. Foi lançado o álbum "Halfway To Sanity", considerado por Joey e Johnny o melhor disco dos Ramones. O fato é que realmente foi o ápice: "I Wanna Live", "Go Lil' Camaro Go", "Garden of Serenity" e tantas outras músicas podem ter até sido subestimadas pelos fãs na vasta história dos Ramones, mas trazem uma maturidade musical e inquietude como pouco se viu no punk.

Neste disco, Richie emplacou mais 2 ótimas músicas ("I'm not Jesus" e "I Know Better Now"), mas se despedia da banda por discussões envolvendo dinheiro. Joey ainda tentou colocar panos quentes, mas não teve sucesso. Clem Burke, ex-Blondie, entro no seu lugar, passando a se chamar Elvis Ramone.

Elvis ficou apenas por dois shows no grupo, pois não acompanhava o estilo da banda e Marky, recuperado dos problemas com o álcool, volta a fazer parte dos Ramones.


1989
É lançado "Brain Drain" e é este disco que começa a atrair o público brasileiro para perto da banda, por causa de "Pet Sematary", que o grupo compôs para o filme homônimo (Pet Sematary, ou Cemitério Maldito), de Stephen King. O filme não fez um décimo do sucesso que a música fez...

Stephen King e os Ramones sempre cultivaram uma admiração mútua. "I Believe in Miracles" e "Merry Christmas (I Don't Want to Fight Tonight)" foram outros clássicos. Essas três músicas foram responsáveis pela grande sustentação do álbum, que foi o mais vendido da história do grupo. Para a tristeza da Warner (que havia comprado a SIRE), esse foi o início do trabalho dos Ramones com a EMI. Tristeza para uns, alegria para outros: foi um ótimo retorno para Marky Ramone, que andava com a obscura banda metal King Flux e recuperado do alcoolismo.


1991

Com o estouro de "Brain Drain" a agenda dos Ramones ficou lotada, mas o projeto de um disco novo teve que ser adiado por vários motivos...

O problemas com as drogas se agravara e Dee Dee foi desligado da banda. Foi preso por porte de maconha e depois cismaria que era o novo rei do rap... Cortou o cabelo e virou Dee Dee King, chegando a gravar um disco. Não foi nada fácil substituir Dee Dee, já que ele era uma figura das mais carismáticas da era punk.

Foi então que escolheram CJ como baixista, tornando-se CJ Ramone e dando nova inspiração ao grupo, que se sentia revigorado e satisfeito com a performance do novo baixista.

Uma turnê pela Espanha acabou originando "Loco Live", o primeiro álbum ao vivo do grupo lançado oficialmente nos Estados Unidos.
Ainda em 1991 foi lançado um tributo à banda, chamado de "Gabba Gabba Hey!", que conta com a participação de D.I., Buglamp, Chemical People, Bad Religion, Groovie Ghoulies, entre muitos outros.


1992

Em setembro os Ramones lançaram "Mondo Bizarro". O álbum provocou um novo estouro da banda em todo mundo, fazendo dos Ramones a atração principal em vários festivais de rock na Europa.

É incrível como os Ramones fazem a mesma coisa durante 18 anos sem perder a força! O disco trouxe um novo conjunto de músicas boas, e bem executadas no mundo todo (tanto que rendeu um disco de ouro no Brasil, pela venda de 100 mil cópias). Mais uma vez Joey mostrou-se afiado com "Censorshit" , "Tomorrow She Goes Away", "Touring", entre outros clássicos.

O baixista CJ Ramone mostra seus dotes como vocal, e não faz feio. Outra boa surpresa é que Dee Dee não se desligou totalmente da banda, compondo (juntamente com Daniel Rey) músicas como "Poison Heart" (trilha sonora do filme Pet Sematary 2). Como não bastasse tudo isso, eles também incluíram um cover do The Doors, "Take It As It Comes".



1994

É lançado "Acid Eaters", disco só com covers, rendendo boas interpretações de músicas das principais influências da banda, como o The Who, e participações inusitadas como a da atriz pornô Traci Lords nos backing vocals, mas não foi além disso.

O lançamento desse tapa-buracos foi o primeiro sinal de que as coisas não iam bem como o grupo. Os 2 covers que tiveram maior destaque foram o de "Substitute" e "Have You Ever Seen The Rain".

1995

"Adios Amigos!" é infelizmente o último álbum do grupo com material novo, e o último trabalho em estúdio, pegando de surpresa a legião de fãs, afinal estavam no auge de sua carreira.

Marky se mostrou firme com seu parceiro de composição Skiny Bones (que depois o acompanharia nos Intruders). Uma despedida de gala, com certeza...A essa altura, Joey já sofria com os primeiros sintomas da leucemia. A canção "Life's a Gas" exprime muito bem a angústia pela qual passava o vocalista.


1996

Depois do show despedida, cada integrante cuidava de seus projetos: CJ Ramone continuava se apresentando na sua banda Los Gusanos enquanto Marky tocava em seu projeto solo "Marky Ramone and The Intruders". Johnny, que largou por definitivo a música (alguns até o acusaram de ter causado o fim da banda), está vivendo com os louros de seu trabalho. Já a notícia mais triste fica por conta de Joey: está muito debilitado devido à leucemia.

1999

O grupo faz uma apresentação beneficente em Nova York para juntar fundos para uma casa que cuida de crianças com leucemia. A grande esperança dos fãs veio através das palavras do guitarrista Johnny: "Se Joey se recuperar da sua doença, faremos uma turnê mundial". Esperanças que infelizmente não se concretizariam.


2001

No dia 15 de abril o mundo todo ficou chocado com a notícia: morreu Joey Ramone, aos 49 anos. Os fãs choram com o fim de uma história que durou 21 anos, e os Ramones, que sempre foram fiéis ao estilo punk rock , provaram que ainda existe fidelidade e amor à música.


2002

Pouco após os Ramone serem admitidos no Rock And Roll Hall Of Fame, um reconhecimento tardio à sua importância, Dee Dee Ramone, baixista original da banda, morreu aos 50 anos em sua casa, devido à uma overdose de heroína. Dee Dee foi encontrado pela esposa, em sua casa em Holywood sem dar sinais de vida.

Sua biografia saiu aqui no Brasil sob o título de "Coração Envenenado - Minha Vida com os Ramones" (Editora Barracuda).


2003

A Rua 2 Leste com a Bowery, em Nova York, passou a se chamar Joey Ramone Place, numa homenagem mais do que merecida ao líder dos Ramones. Este local foi escolhido pois fica no mesmo quarteirão do lendário clube CBGB, onde eles, ao lado do Blondie e Television iniciaram suas carreiras.


2004

Morre Johnny Ramone aos 55 anos, após lutar durante cinco anos contra um câncer de próstata. Marky Ramone se tornou então o último remanescente da formação mais clássica da banda.
Ainda nesse ano, foi anunciado "Ramones Raw", um DVD que conta com diversos depoimentos de artistas influentes como Debbie Harry e Bono Vox, além de uma performance histórica do grupo em Roma, registrada em 1980.



"Quatro garotos, ex-delinqüentes juvenis de Queens, New York, uniformizados com calças jeans rasgadas e jaquetas de couro, tocando músicas de dois ou três minutos, falando sobre danos cerebrais e insanidade, como se a sua vida dependesse disto. Garantia de excelente diversão". (Revista Rolling Stone, 1983)


Fontes:

Rock on Line (Territótio Terra) - Rock de A a Z

Lobodezoio.sites.uol.com.br

Whiplash! ( http://whiplash.net/)

segunda-feira, 21 de abril de 2008

SURF MUSIC

SLIGHTLY STOOPID - "The Longest Barrel Ride" (1998)

Banda formada em Ocean Beach, California, faz uma fusão de acoustic rock e blues com reggae, hip-hop e punk rock. Dá pra sentir uma forte influência da música e vibe do Sublime neste álbum, pois Miles, o vocalista, era bom amigo de Brad Nowell (vocalista do Sublime que morreu devido a uma overdose de heroína).
Pra quem curte o som do Sublime e Long Beach Dub Allstars, é uma ótima pedida.

1. castles of sand
2. johnny law
3. ese loco
4. living dread
5. don't fuckin look
6. hands of time
7. I'm so stoned
8. sinking stone
9. roots rip
10. crazy riff
11. running away
12. struggler
13. slightly stoopid
14. mr. Music
15. to little too late
16. jedi 17. violence
18. just a buzz
19. metal madness 20. free dub
DOWNLOAD


BEAT TORNADOS - "Pole Position"

São os viking da surf music, direto de Oslo, Noruega ! Os Beat Tornados fazem um ótimo revival da autêntica surf music californiana. As músicas são todas instrumentais, incluindo theremin e mellophone (instrumento de sopro também chamado de French Horn).
Ouvindo "Kon Tiki" e "Piken I Dalen" dá pra imaginar uma rede amarrada entre dois coqueiros e dançarinas de ula-ula....

1. Oppa Fjellet
2. Throttleman
3. Pole Position
4. El Nino
5. Kon Tiki
6. Piken I Dalen
7. Reinlender
8. The Cruel Sea
DOWNLOAD

sexta-feira, 18 de abril de 2008

JAZZ

FRANK ZAPPA - "Waka/Jawaka" (1972)

Impossível falar em Jazz Fusion e não citar Frank Zappa. Um dos maiores compositores que o mundo da música já viu, mergulhava de cabeça em várias vertentes que iam do Rock, Jazz e até música clássica.
Esse disco foi feito na época em que Zappa estava se recuperando de um acidente num show em Londres.....Algum idiota da platéia achou que Frank estava com "olhares estranhos" pra cima de sua namorada e subiu no palco, atirando Zappa no poço da orquestra, o que o fez ficar numa cadeira de rodas por algumas semanas....
Exímio e criativo guitarrista, Zappa sempre foi contra o uso de drogas e foi ativista de vários movimentos, chegando a se candidatar à presidência dos EUA. O Projeto foi abandonado pelo cancro na próstata, que o levou a morte em em 4 de dezembro de 1993.

1. Big Swifty
2. Your Mouth
3. It Just Might Be A One-Shot Deal
4. Waka/Jawaka
DOWNLOAD

CHARLIE PARKER AND DIZZY GILLESPIE - "Bird and Diz" (1950)

Charlie Parker é, juntamente com Dizzy Gillespie, o criador e a principal voz instrumental do bebop.
Charlie, uma lenda do sax,criava improvisos de uma intensidade, liberdade e virtuosismo até então desconhecidos no jazz, no entanto, sendo prefeitamente equilibrados e seguindo uma lógica impecável.
Dizzy figura entre os monstros sagrados do trompete como Miles Davis e Louis Armstrong. Trabalhou com gente de primeira linha, como Duke Ellington, Milt Jackson, John Coltrane e outros. Durante toda a carreira, Dizzy esteve sempre aberto a influências étnicas, como a música cubana, brasileira, africana e do Oriente Médio.
Este álbum é uma obra-prima, com Charlie Parker e Dizzy Gillespie ao lado de jazzistas do calibre de Thelonious Monk, Buddy Rich e outros.

1. Bloomdido (Charlie Parker)
2. An Oscar for Treadwell (Alternate Take)
3. An Oscar for Treadwell (Master Take)
4. Mohawk (Charlie Parker - Alternate Take) Take
5. Mohawk (Charlie Parker - Master Take)
6. My Melancholy Baby (Dizzy Gillespie - Alternate Tape)
7. My Melancholy Baby (Dizzy Gillespie - Master Tape)
8. Leap Frog (Dizzy Gillespie )
9. Leap Frog (Dizzy Gillespie)
10. Leap Frog (Dizzy Gillespie -Alternate Take)
11. Leap Frog (Dizzy Gillespie -Master Take)
12. Relaxing With Lee (Dizzy Gillespie -Alternate Take)
13. Relaxing With Lee (Dizzy Gillespie -Master Take)

Red Hot Chili Peppers - "Love Rollercoaster"

quinta-feira, 17 de abril de 2008

ALTERNATIVE ROCK

POISON IVVY - "Out for a Kill" (2008)

É um power trio que se formou em 1990 em Zurique, Suíça. O Poison Ivvy faz uma mistura alucinada de punk, rock’n roll, garage rock e surf music. Ou seja, punk'n'roll.Neste álbum, riffs em alta velocidade e pesados, algumas faixas com surf music instrumental , letras de trash movies dos anos 50 e músicas de menos de 3 minutos, como os Ramones já ensinaram...
Verdadeira trilha sonora para se escutar na estrada... De preferência com o volume do possante bem alto.

1. Nothing’s Alright
2. Devil To Pay
3. I Never Believed
4. Gimme Gimme Some
5. Rock’n’Roll
6. 888
7. Since The Day (You Walked Away)
8. Eight
9. Not Cool Enough
10. Bang Bang
11. Get The Fuck Out
12. (Ghost) Riders In The Sky
13. Don’t Look Down
14. 100 Million Miles Away
15. Watch Me Die
16. Burn Baby Burn
DOWNLOAD

terça-feira, 15 de abril de 2008

SOUNDTRACK

FRITZ THE CAT (1972)

Fritz the Cat estreou nos quadrinhos na década de 60, quando a sociedade americana passava por mudanças radicais: a liberação sexual, o auge das drogas e os movimentos pelos direitos civis. Criado pelo americano Robert Crumb,um ícone da contra-cultura americana, não é recomendado para menores... Ele é um estudante que vive em uma cidade habitada por criaturas antropomórficas (patos, corvos e porcos), é obcecado por sexo e não recusa substâncias ilícitas e alucinógenas. Entre uma transa e outra, se envolve em política sempre com os piores resultados.
O filme é considerado o primeiro longa animado pornográfico da história. Além das orgias de Fritz na banheira, o filme apresenta divertida visão dos anos 60 ao som de uma belíssima trilha sonora.

1. Black Talk
2. Duke's Theme
3. Fritz The Cat
4. Mamblues
5. Bo Diddley
6. Bertha's Theme
7. Winston
8. House Rock
9. The Synagogue
10. Yesterdays
11. Love Light Of Mine
12. The Riot
13. You're The Only Girl (I Ever Really Loved)
14. Scarborough Fair
15. Scarborough Street Fair
16. Twist And Shout
17. Angie's Theme
DOWNLOAD


FEAR AND LOATHING IN LAS VEGAS (1998)

O longa-metragem Medo e Delírio é uma adaptação do livro homônimo de Hunter S. Thompson, Fear and Loathing in Las Vegas: A Savage Journey into the Heart of the American Dream, publicado na década de 60. Ao agregar ao gênero jornalístico aspectos ficcionais e passagens dementes de sua própria biografia, Thompson cunhou um gênero - o jornalismo "Gonzo". Nele, faz de si mesmo um protagonista essencial da narrativa: "A ficção é baseada na realidade, a menos que você seja um artista de contos de fada", afirmou Thompson em 2003.
A ótima trilha sonora contempla algumas músicas que fizeram a cabeça de Thompson, um notório apologista do consumo de substâncias alucinógenas de todos os tipos. Como "White Rabbit", que surge em um dos momentos mais caóticos e engraçados do filme: a música aparece num instante de total alucinação de Benício Del Toro, empapuçado por um coquetel de drogas das mais bizarras... Deitado na banheira do quarto do hotel, pateticamente ele implora ao parceiro para que arremesse o tape-deck quando a música atingir o ápice.
Sensacional.

1. Combination Of The Two - Big Brother & The Holding Company
2. One Toke Over The Line - Brewer & Shipley
3. She's A Lady - Tom Jones
4. For Your Love - Yardbirds
5. White Rabbit - Jefferson Airplane
6. A Drug Score-Part 1 (Acid Spill) - Tomoyasu Hotei & Ray Cooper
7. Get Together - Youngbloods
8. Mama Told Me Not To Come - Three Dog Night
9. Stuck Inside Of Mobile With The Memphis Blues Again - Bob Dylan
10. Time Is Tight - Booker T. & The MGs
11. Magic Moments - Perry Como
12. A Drug Score-Part 2 (Adenochrome, The Devil's Dance) - Tomoyasu Hotei & Ray Cooper
13. Tammy - Debbie Reynolds
14. A Drug Score-Part 3 (Flashbacks) - Tomoyasu Hotei & Ray Cooper
15. Expecting To Fly - Buffalo Springfield
16. Viva Las Vegas - Dead Kennedys
DOWNLOAD

METAL

MELVINS - "Houdini" (1993)

Formado em 1985 em Aberdeen, mesma cidade onde nasceu Kurt Cobain, o Melvins é sempre citado como influência por praticamente todas as bandas a surgirem da cena de Seattle, do Green River ao Mudhoney, do Nirvana ao Soundgarden.
O Melvins faz um híbrido de punk rock e heavy metal, bastante pesado e lento com óbvia influência de Black Sabbath e uma reputação de grande dignidade no underground americano.
Neste álbum, Kurt Cobain participa tocando guitarra, percussão e co-produzindo juntamente com o próprio Melvins.

1. Hooch
2. Night Goat
3. Lizzy
4. Going Blind
5. Honey Bucket
6. Hag Me
7. Set Me Straight
8. Sky Pup
9. Joan Of Arc
10. Teet
11. Copache
12. Pearl Bomb
13. Spread Eagle
DOWNLOAD


WHITE ZOMBIE -"La Sexorcisto-Devil Music Vol. 1" (1992)

Em 1985, junto de mais 2 amigos, Rob Zombie, um fã de Ramones, Black Sabbath e Misfits, formou a banda White Zombie (nome inspirado no filme de 1933, White Zombie, estrelado por Bela Lugosi).
Se você não for um zumbi, é muito difícil não se empolgar com os riffs pesados e sujos, o vocal à la Ministry de Rob e as letras fortemente influenciadas por filmes de horror trash.
Foi "La Sexorcisto" que arrastou o White Zombie pra fora do underground de NY e trouxe bastante popularidade para a banda. O grupo acabou oficialmente em 1998 e Rob Zombie prosseguiu com a carreira musical, lançando um (bem sucedido) disco solo, e participando da trilha sonora do filme 'The Matrix', além de outros projetos .

1. Welcome To Planet Motherfucker/Psychoholic Slag
2. Knuckle Duster (Radio 1-A)
3. Thunder Kiss '65
4. Black Sunshine
5. Soul-Crusher
6. Cosmic Monsters Inc.
7. Spiderbaby (Yeah-Yeah-Yeah)
8. I Am Legend
9. Knuckle Duster (Radio 2-B)
10. Thrust!
11. One Big Crunch
12. Grindhouse (A Go-Go)
13. Starface
14. Warp Asylum
DOWNLOAD



PANTERA - "Vulgar Display of Power" (1992)

Este álbum é, na minha opinião, o melhor trabalho do grupo. O single de "Mouth for War", um clássico do Trash Metal, foi o primeiro de uma banda de Metal a atingir o topo da lista da Billboard.
Formado em 1991 no Texas,o Pantera faz um som agressivo e cru, mas com riffs muito bem trabalhados e poderosos de Darrel (considerado por muitos com um dos melhores guitarristas do estilo), além de Phil Anselmo,vocalista dono de uma voz entre as mais potentes do rock.
Devido a conflitos internos, o grupo encerrou suas atividades em 2003. No ano seguinte, o guitarrista da banda, Dimebag Darrell, foi atingido mortalmente a tiro no palco, enquanto tocava com a sua nova banda, Damageplan.
Mesmo com seu fim, o grupo continua sendo um dos mais importantes da história do Heavy Metal.

1. Mouth For War
2. A New Level
3. Walk
4. Fucking Hostile
5. This Love
6. Rise
7. No Good (Attack The Radical)
8. Live In A Hole
9. Regular People (Conceit)
10. By Demons Be Driven
11. Hollow
DOWNLOAD

segunda-feira, 14 de abril de 2008

LOUNGE/CHILL OUT

MORCHEEBA - "Dive Deep" (2008)

Grupo inglês formado pelos irmãos Ross e Paul Godfrey, faz um som com batidas suaves e hipnóticas de trip hop e ambient grooves. Com o posto de vocalista em aberto (a vocalista Skye Edwards abandonou a banda antes de "The Antidote", álbum de 2005), o Morcheeba optou por trazer participações especiais ao longo das faixas de "Dive Deep", mas sem deixar de lado a marca registrada da dupla : o experimentalismo.
Participam deste álbum a talentosa cantora e compositora Judie Tzuke, o cantor norueguês Thomas Dybdahl , a cantora francesa Manda (que fez contato com a banda via MySpace) e o rapper Cool Calm Pete.

1. Enjoy The Ride (Feat. Judy Tzuke)
2. Riverbed (Feat. Thomas Dydahl)
3. Thumbnails
4. Run Honey Run (Feat. Bradley)
5. Gained The World (Feat. Manda)
6. One Love Karma
7. Au Dela (Feat. Manda)
8. Blue Chair (Feat. Judy Tzuke)
9. Sleep On It (Feat. Thomas Dybdahl)
10. Hemphasis
11. Flowers (Feat. Manda)
12. Washed Away (Feat. Thomas Dybdahl)
13. The Ledge Beyond The Edge
DOWNLOAD



DE-PHAZZ - "Daily Lama" (2002)

O grupo alemão De-Phazz, cuja sigla significa "DEstination PHuture jAZZ" mistura nu-jazz, acid-jazz, bossa nova, latin-jazz e lounge, com batidas de drum and bass, dub e até ragga. Miscelânea de bom gosto e sofisticada,em um álbum impecavelmente bem produzido e agradável.
Resumiu o jornal espanhol, El País, na sua recente resenha sobre De-Phazz: "cultivan la música de salón, eletrônica y elegante".

1. Looks
2. You Stayed
3. What's Behind?
4. Wrong Dance
5. Atomic Cocktail [I Mix It Right]
6. Cup of Home
7. True North
8. Almost Gone
9. Nightmare
10. Preachin' to the Choir
11. Try
12. Dummes Spiel
13. Things and Times
14. Belle de Jour
15. Wait
16. Down the Railroad
17. Désert d'Amour
18. Style
19. Word in a Rhyme
20. Jean-Mi
DOWNLOAD

sábado, 12 de abril de 2008

New York Dolls em SP

Depois de 30 anos separados, o New York Dolls voltou a se reunir em 2004 graças ao convite de um dos maiores fãs do grupo: o ex-vocalista dos Smiths, Morrissey.
Nesta quinta-feira (10/04), a banda aterrisou pela primeira vez em terras brasileiras, depois de passar pelos Estados Unidos e Reino Unido, divulgando o lançamento do novo disco One Day It Will Please Us to Remember Even This, de 2006. Veja a resenha do show no site do Skol Beats.
Influenciados pelo som dos Stones, pela androginia de Mick Jagger, o glam rock de David Bowie e T-Rex, além das loucuras de Iggy Pop e seus Stooges, o New York Dolls criou uma nova forma de fazer hard rock, misturando a sujeira do que viria a ser o punk.
Com suas viagens sob efeitos de drogas e shows totalmente caóticos, influenciaram várias gerações de bandas inglesas e norte-americanas, principalmente as que viriam a criar verdadeiramente o punk rock. E foi esse efeito devastador e destruidor que ajudou o grupo a acabar com apenas dois discos lançados.
O New York Dolls é responsável pelo nascimento do punk rock, mesmo que, na época, não tivessem a menor noção do que estava criando. Formado por ex-integrantes de diversas bandas nova-iorquinas, o New York Dolls nasceu em 1971 com Johnny Thunders e Rick Rivets nas guitarras, Arthur Kane no baixo e Billy Murcia na bateria, além de David Johansen nos vocais. Em 1972 Rivets deixa o grupo e Syl Sylvian entra em seu lugar.
Neste mesmo ano de 1972, o grupo embarca para a primeira tour pelo Reino Unido. Durante a viagem, o baterista Murcia morre depois de misturar drogas e álcool. Em seu lugar entra Jerry Nolan. Com Nolan firme no posto, finalmente o Dolls assina um contrato com a Mercury Records.
Após serem dispensados da Mercury, os Dolls resolvem trabalhar com um novo empresário, o inglês Malcolm McLaren, que logo depois ficaria famoso graças ao Sex Pistols. Com o Dolls, McLaren começa a criar uma imagem para a banda que viria a chocar o público, claro que pensando na publicidade que ganharia com isso. Não deu certo, mas o empresário repetiria a dose, agora se dando bem, com o Pistols.
Na metade de 1975, Thunders e Nolan são os primeiros a pular do barco. Os membros restantes, Johansen e Sylvian demitem McLaren e tentam manter o grupo com uma nova formação. Durante dois anos, o Dolls continua trabalhando mas em 1977 os dois resolvem que era hora de parar definitivamente. Nas duas décadas seguintes dezenas de coletâneas, discos ao vivo e gravações raras são lançados por vários selos.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

JFK & The Conspirators - "Wa Da Da"

Hollowmind - "Soundscape of Emotions" (divulgação)


A história do Hollowmind (que significa "mente vazia") se inicia no ano de 1993, quando Roberto Gutierrez e Alexandre Silveira participavam de outra banda, juntamente com o baterista Daniel Salles, o guitarrista e vocalista Roberto Nabhan e o tecladista Alexandre Hiro. Após alguns shows e mudanças no line-up, a banda adotou o nome atual.

Com Gutierrez também nos vocais e com um novo guitarrista, Alessandro Rosa, a banda realizou diversos shows na região metropolitana de São Paulo. Em 1996, a banda encerrou suas atividades. Contudo, nos anos seguintes Gutierrez continuou dedicando-se à composição das músicas que hoje fazem parte de "Soundscape of Emotions" enquanto participava de projetos paralelos.

Em 2002, o vocalista reformou o Hollowmind com o guitarrista André Hemsi e o baterista Mauricio Magaldi (ex-VersOver e Widow). Após novas mudanças, Silveira se integraria novamente à banda. A dupla acabou por dar forma final às canções e entrar em estúdio para registrar o álbum de estréia “Soundscape of Emotions”. Ao término das gravações, completou-se a formação atual com a entrada do baterista Felipe Gomes.

Para escutar o som do Hollowmind, clique aqui


HOLLOWMIND EM OUTROS SITES





ROCK INDUSTRIAL

REVOLTING COCKS - "Linger Ficken' Good... And Other Barnyard Addities" (1993)

A formação parece assustadora: Al Jourgensen (Ministry), Paul Barker (Ministry e Lard), Luc Van Acker (produtor belga), Chris Connelly (ex-Fini Tribe),William Reiflin (Ministry) e Jeff Ward (Lard). Porém o resultado é um rock industrial experimental e divertido. As músicas são uma mistura de samplers, guitarras pesadas, ritmos dançantes e barulhos adicionais, sem contar os toques de irreverência nas letras.
Durante muito tempo Chris Connellly ficou à frente do Revolting Cocks.
O destaque deste álbum vai para "Da Ya Think I'm Sexy?", a história desta música, envolvendo copyright internacional entre Rod Stewart e Jorge Benjor, é tão absurda que merecia mesmo uma versão cínica de classe (confira o vídeo aqui no post).

1. Gila Copter
2. Creep
3. Mr. Lucky
4. Crackin' Up
5. Sergio
6. Da Ya Think I'm Sexy?
7. The Rockabye
8. Butcher Flower's Woman
9. Dirt
10. Linger Ficken' Good
DOWNLOAD







PIGFACE - "Easy Listening" (2003)

Pigface é um super-grupo idealizado por Al Jourgensen (a cabeça pensante do Ministry) e o produtor Dave Oglivie (que produziu diversos discos do Nurse With Wound), durante a turnê do disco "The Mind is a Terrible Thing to Taste" do Ministry em 1990.
O projeto Pigface conta com a presença de vários nomes pesos-pesados do rock experimental e industrial, e sua formação varia de disco para disco : Martin Atkins (baterista que sempre acompanha o Ministry ao lado do outro bateirista William Rieflin), Ogre (Skinny Puppy), En Esch (KMFDM), David Yow (Jesus Lizard),Trent Reznor (Nine Inch Nails), Chris Connely (Revolting Cocks) entre outros músicos.
O baterista Martin Atkins tornou-se o comandante do Pigface e sempre em suas turnês e gravações, recruta diversos colaboradores musicais. Esta prática gerou algumas críticas devido à falta de continuidade entre uma obra e outra, mas, em contra-partida, cada disco,música e apresentação do Pigface é única.

1. Mind Your Own Business
2. Insect / Suspect
3. Sweetmeat
4. Bitch
5. Everything
6. Closer To Heaven
7. Blow You Away
8. Du Liebst Mich Nicht, Ich Lieb' Dich Nicht
9. King Of Negativity
10. Miss Sway Action
11. Binary Stream
12. The Loneliest Sound I've Ever Heard
13. The Horse You Rode In On
DOWNLOAD

quarta-feira, 9 de abril de 2008

MPB/BOSSA NOVA

NARA LEÃO - 1964

Em seu apartamento em Copacabana aconteciam reuniões de música, onde, segundo alguns críticos, nasceu a bossa nova. No final dos anos 50 trabalhava como repórter em um jornal e participava de shows de bossa nova, cantando com sua voz curta e acompanhando-se ao violão. Em 1963 estreou profissionalmente no musical "Pobre Menina Rica", de Vinicius de Moraes e Carlos Lyra.Foi a intérprete de "A Banda", de Chico Buarque, que dividiu o primeiro prêmio do Festival da TV Record de 1966 com "Disparada" defendida por Jair Rodrigues. Dois anos depois integrou o movimento tropicalista, participando do emblemático disco "Tropicália ou Panis et Circensis".
Cantora com visão de produtora, Nara lançou vários compositores e inúmeras músicas ganharam fama em sua voz, além de praticamente todos os clássicos da bossa nova.

1. Marcha Da Quarta-Feira De Cinzas
2. Diz Que Fui Por Ai
3. O Morro (Feio Nao E Bonito)
4. Cancao Da Terra
5. O Sol Nascera
6. Luz Negra
7. Berimbau
8. Vou Por Ai
9. Maria Moita
10. Requiem Para Um Amor
11. Consolacao
12. Nana
13. Promessa de você
14. É tão triste dizer adeus
DOWNLOAD



"TROPICÁLIA OU PANIS ET CIRCENSIS" - 1968

O ano de 1968 como diz Zuenir Ventura, não acabou, isso porque os fatos que nele ocorreram estão até hoje por aí sendo estudados e referenciados, pois são de um significado tão grande que ainda não foram de todo mensurados. Entre os inúmeros acontecimentos marcantes daquele ano temos a revolta dos estudantes em Paris, a passeata dos cem mil no Rio de Janeiro liderada por artistas e intelectuais, a decretação do AI 5 e o lançamento do LP "Tropicália ou Panis et Circenses", síntese de um movimento musical revolucionário que iria mexer com a cabeça de muita gente.
Gravado em maio de 1968, destaca-se "Parque industrial", de Tom Zé, ao lado de "Geléia Geral", de Gilberto Gil e Torquato Neto, formando as músicas mais panfletárias do disco.A influência aos intelectuais da Semana de 22 está no verso, "alegria é a prova dos nove" retirada do Manifesto Antropofágico de Oswald de Andrade. Em "Lindonéia", de Caetano Veloso, canção feita a pedido de Nara Leão, inspirada num quadro de Rubens Gershman, temos um bolero com uma letra pessimista e não convencional, aliás, desconstruir o formal era uma das características do grupo, onde não faltavam imagens como, policiais, sangue e cachorros mortos nas ruas despedaçados e atropelados.
Item básico na discoteca.

1. Miserere nóbis
2. Coração materno
3. Panis et circenses
4. Lindonéia
5. Parque industrial
6. Geléia geral
7. Baby
8. Três caravelas
9. Enquanto seu lobo não vem
10. Mamãe, coragem
11. Bat macumba
12. Hino ao Senhor do Bonfim
DOWNLOAD




JORGE MAUTNER - 1974

A genialidade da direção musical de Gilberto Gil se destaca neste disco. Gravado no estúdio Havai, no Rio de Janeiro, constitui-se também no lançamento musical do jovem instrumentista Roberto de Carvalho, que tocou teclados. Outros grandes músicos tocaram: Tuty Moreno, Rodolfo Grani Jr., e sempre Nelson Jacobina. A capa é de Rogério Duarte, autor do poster de "Deus e o Diabo na Terra do Sol" e das capas tropicalistas.
Este disco tem músicas memoráveis como a segunda gravação do "Maracatu Atômico", que alcançara retumbante sucesso na voz de Gilberto Gil.

1. Guzzy Muzzy
2. Pipoca À Meia-Noite
3. Cinco Bombas Atômicas
4. Ginga De Mandinga
5. Rock Da Tv
6. Samba Dos Animais
7. Herói Das Estrelas
8. Matemática Do Desejo
9. Nababo É
10. O Relógio Quebrou
11. Salto No Escuro
12. Maracatu Atômico
13. Um Milhão De Pequenos Raios
DOWNLOAD

terça-feira, 8 de abril de 2008

EASY LISTENING

EASY TEMPO - "Cinematica!! Different Musical Horizons - Vol 8"

(2001)1. Bruno Nicolai - Autostrada Per Los Angeles
2. Berto Pisano - To Jean
3. Luis Bacalov - A Ciascuno Il Suo full track
4. Walter Rizzati - Baie Des Anges
5. Piero Piccioni - L`Italia Vista Dal Cielo
6. Alberto Baidan Bembo - Tema Di Barbara
7. Fred Bongusto - The World Of The Blues
8. Bruno Nicolai - Mission Danger / Patrol Persuit
9. Gianni Ferrio - Rhythm & Sex
10. Piero Piccioni - L`Italia Vista Dal Cielo 2
11. Alfred Waltzman - Fuga Dall ` Isola
12. Paolo Vasile - Tema B full track
13. Catherine Spaak - la Notte E` Fatta Per..Rubare
14. Gian Piero Reverberi - Le Malizie De Venere (Seq 2)
15. Armando Trovajoli - Vivere Felici
16. Piero Piccioni - La Famigila Nicotera
17. Gianni Ferrio - Step By Step
18. Gino Marinacci Ensamble - Metropoli
19. Stefano Torossi - Blues For Alexandria
20. Lou Stein - Running Fire
DOWNLOAD


EASY TEMPO - "A Cinematic Jazz Experience - Vol 6"

1. Piero Umiliani - Gangster Song
2. Riz Ortolani - Golden Gate Bridge
3. Piero Umiliani - Notte In Algeria
4. Ettore Ballotta - Tap 5
5. Maurizio Lama - Semplicissimo
6. Piero Umiliani - Quando La Coppia Scoppia
7. Romano Mussolini - Duke
8. Armando Trovajoli - Caccia Al Ladro
9. Gino Marinuzzi Jr - La Fine Di Una Storia
10. Piero Piccioni - Sally`s Surf
11. Piero Piccioni - Ebony Ride
12. Piero Umiliani - Genova, P.zza de Ferrari, Dalle 2 Alle 7
13. Piero Umiliani - L`Uomo E La Citta
14. Tito Fontana - Sweden full track
15. The Lou Stein Trio - Glad
16. Mario Migliardi - Splowg`s
17. Gianni Ferrio - Concreto Blues
18. Francesco De Masi - Gordon Blues
DOWNLOAD


Dando continuidade para as coletâneas "Easy Tempo". Para saber mais, veja o post de março na seção EASY LISTENING

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Sonic Youth - "Bull in the Heather"

EXPERIMENTAL ROCK

THRALL - "Lifer" (2003)

Banda do selo Alternatives Tentacles, de Jello Biafra, o projeto Thrall é a união perfeita das bandas God Bullies, Inside Out e Hand Over Head.
O Thrall documenta a geração Prozac,consumo, paranóia, luta pelo poder e as mentiras do governo dos EUA com os riffs furiosos de Paul Thor (Hand Over Head) que se misturam com a guitarra principal de Kevin Heagen (Enemy Squad), linha de baixo pesada de Karen Neal (Inside Out) e tudo se encaixando com perfeição ao vocal gutural e nervoso de Mike Hard.
FUCKING GREAT !

1. Path of Initiation
2. We're Gonna Get What We Deserve
3. Petrochemical Pharmaceutical Military Industrial Complex
4. Kill It
5. Light Skinned Alien
6. Get Up and Go to Work
7. How Does It Feel?
8. I Blame Myself
9. I Thought I Told You (Tested)
10. Beauty
DOWNLOAD

sexta-feira, 4 de abril de 2008

PUNK ROCK/HARDCORE

SUICIDAL TENDENCIES - "Lights...Camera... Revolution!" (1990)

Com suas camisas flaneladas fechadas somente no primeiro botão (o chamado "noose"), em pouco tempo os rapazes começam a arrebanhar muita gente para seus shows nos idos dos anos 80. Maior responsável e criador da banda, Mike Muir se destaca pela imagem robusta no palco, postura agressiva mas inteligente, e aparece como um grande formador de opinião, agradando de imediato skatistas, punks, thrashers, hardcores, gangs e tudo o mais (entenda-se por isto tudo o mais mesmo) para os shows da banda. Sem esquecer sua outra marca registrada, uma bandana azul na cabeça, quase que tampando toda a visão, que fez escola.
"Lights,Camera,Revolution" é uma verdadeira obra prima.O som deste álbum não é mais aquele HC original: é nítida a evolução dos músicos, da produção, das idéias, da revolta e o amadurecimento definitivo da banda. A influência de uma levada mais funkeada em algumas músicas fica clara com a entrada do extremamente criativo Robert Trujjilo no baixo no lugar de Stymee.

1. You Can't Bring Me Down
2. Lost Again
3. Alone
4. Lovely
5. Give It Revolution
6. Get Whacked
7. Send Me Your Money
8. Emotion No. 13
9. Disco's Out, Murder's In
10. Go'n Breakdown
DOWNLOAD


NOMEANSNO - "The Worldhood of the World (as such)" (1995)

Formada no fim dos anos 70 pelos irmãos John e Rob Wright, esta insana e lendária banda canadense começou com o legítimo punk rock e nos dias de hoje faz um competente e não menos agressivo e sarcástico hardcore "pós-modernista", como assim define Jello Biafra, um dos mestres do gênero.
Aclamado por seus pares musicais e adorados tanto no Canadá como nos EUA, possui também uma legião de fãs pelo mundo, mas infelizmente o Nomeansno durante muito tempo ficou escondido do radar da indústria fonográfica, sempre optando lançar seus trabalhos por gravadoras independentes.
Recomendado.

1. Joy
2. Humans
3. Angel Or Devil
4. He Learned How To Bleed
5. I've Got A Gun
6. My Politics
7. Lost
8. Predators
9. Wiggly Worm
10. Tuck It Away
11. Victim's Choice
12. State Of Grace
13. The Jungle
DOWNLOAD

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Mano Negra - "Señor Matanza"

ROCKABILLY/PSYCHOBILLY

BRIAN SETZER ORCHESTRA - "Guitar Slinger" (1996)

Brian Setzer fez grande sucesso nos anos 80 com o despojado rockabilly dos Stray Cats. Sedento por novos desafios e aproveitando o hiato do Stray Cats sem lançar novos álbuns, este fantástico guitarrista montou uma big band de swing e, com o som estridente de sua guitarra acústica Gretsch e seus amplificadores valvulados, interpreta composições próprias e covers de extremo bom gosto de standards norte-americanos, como Louis Prima e Leiber & Stoller.
A mistura de rock, country e jazz que esse cara faz é sensacional e melhor ainda, é que ele compõe tudo !
O bom e velho rock 'n' roll !

1. The House Is Rockin'
2. Hoodoo Voodoo Doll
3. Town Without Pity
4. Rumble In Brighton
5. The Man With The Magic Touch
6. (The Legend Of) Johnny Kool
7. Ghost Radio
8. (Everytime I Hear) That Mellow Saxophone
9. Buzz Buzz
10. My Baby Only Cares For Me
11. Hey, Louis Prima
12. Sammy Davis City
DOWNLOAD



THE METEORS - "These Evil Things" (2005)

Neste álbum dos Reis do Psychobilly, P. Paul Fenech e sua trupe mostram muito bem o estilo que eles dizem ter criado há 25 anos atrás: o psychobilly, em músicas como "Juggernaut", "Bonebag", "Ladykiller" (e sua levada doentia), na diabólica "Scream You Fucker Scream" e na instrumental "The Loneliness of the Long Distance Killer".
O inusitado fica por conta do cover para "Breaking the Law" do Judas Priest, onde a banda consegue dar uma roupagem bem cyco a um dos clássicos do heavy metal tradicional.

1. 3 Against 1
2. Dog
3. Juggernaut
4. To The Devil A Daughter
5. Bonebag
6. Ladykiller
7. Breaking The Law
8. No Reason
9. Scream You Fucker Scream
10. The Loneliness Of The Long Distance Killer
11. When Darkness Falls
12. These Evil Things
DOWNLOAD

Vai lá !


terça-feira, 1 de abril de 2008

LED ZEPPELIN - Tributo

I (1969)

1. Good Times Bad Times
2. Babe I'm Gonna Leave You
3. You Shook Me
4. Dazed And Confused
5. Your Time Is Gonna Come
6. Black Mountain Side
7. Communication Breakdown
8. I Can't Quit You Baby
9. How Many More Times
DOWNLOAD


II (1969)

1. Whole Lotta Love
2. What Is And What Should Never Be
3. The Lemon Song
4. Thank You
5. Heartbreaker
6. Living Loving Maid [She's Just A Woman]
7. Ramble On
8. Moby Dick
9. Bring It On Home
DOWNLOAD


III (1970)

1. Immigrant Song
2. Friends
3. Celebration Day
4. Since I've Been Loving You
5. Out On The Tiles
6. Gallows Pole
7. Tangerine
8. That's The Way
9. Bron-Y-Aur Stomp
10. Hats Off To [Roy] Harper
DOWNLOAD


IV (1971)

1. Black Dog
2. Rock And Roll
3. The Battle Of Evermore
4. Stairway To Heaven
5. Misty Mountain Hop
6. Four Sticks
7. Going To California
8. When The Levee Breaks
DOWNLOAD


Houses of Holy (1973)

1. The Song Remains The Same
2. The Rain Song
3. Over The Hills And Far Away
4. The Crunge
5. Dancing Days
6. D'yer Mak'er
7. No Quarter
8. The Ocean
DOWNLOAD